A+ A-

A Exposição do Ensino Superior do Interior da China e de Macau realiza-se on-line na sexta-feira

  O Gabinete para os Assuntos de Hong Kong, Macau e Taiwan, do Ministério da Educação, e o Departamento de Assuntos dos Estudantes das Instituições do Ensino Superior do Ministério da Educação e a Direcção dos Serviços do Ensino Superior do Governo da Região Administrativa Especial de Macau realizarão, entre 16 e 18 de Outubro, a “Exposição do Ensino Superior do Interior da China e de Macau”. Esta exposição será realizada on-line e será transmitida, em directo, uma série de seminários com diferentes temas, permitindo aos residentes de Macau ficarem a conhecer, sem saírem de casa, informações sobre o prosseguimento dos estudos no Interior da China e em Macau.

  A Direcção dos Serviços do Ensino Superior realizou hoje (dia 14) à tarde, uma conferência de imprensa, na qual o Subdirector substituto, Chan Iok Wai, e o Chefe da Divisão de Recursos e Acção Social Escolar, Sam Hio Tong, apresentaram a situação geral da exposição do ensino superior do Interior da China e de Macau, bem como as disposições sobre as políticas de admissão dos estudantes recomendados de Macau, pelas instituições de ensino superior do Interior da China para 2021.

Conhecer as informações de mais de 100 instituições do ensino superior sem sair de casa

  Este ano, pela primeira vez, o evento será realizado on-line, disponibilizando aos estudantes e encarregados de educação informações actualizadas sobre o prosseguimento dos estudos, através da “Página Electrónica Temática + Consulta On-line + Seminário em directo”. A página electrónica temática da Exposição do Ensino (https://www.dses.gov.mo/ees2020) entrará em funcionamento no dia 16 de Outubro, exibindo a situação geral das 110 instituições de ensino superior participantes, incluindo 100 instituições de ensino superior do Interior da China (abrangendo 20 províncias e cidades) e 10 instituições de ensino superior de Macau. As instituições participantes, para além de apresentarem a situação e as características de cada instituição, de uma forma diversificada, realizarão quatro sessões de consulta on-line, interagindo de imediato com os estudantes e encarregados de educação, com vista a esclarecer as suas dúvidas.

Transmissão ao vivo e explicação das características dos 13 tipos de disciplinas

  Para além disso, durante a exposição on-line, a DSES irá transmitir, em directo, uma série de seminários com temas diferentes sobre o prosseguimento de estudos, através da página do Facebook do “Blog para os Estudantes do Ensino Superior de Macau” (https://www.facebook.com/studentblog.dses.gov.mo/), para que os estudantes, docentes e encarregados de educação, aprofundem, a partir de diferentes ângulos e níveis, os seus conhecimentos e compreensão sobre o prosseguimento de estudos no Interior da China e em Macau. No dia 16, pelas 17h30, realizar-se-á uma sessão de esclarecimento sobre a estratégia de recomendação de estudantes para as instituições de ensino superior do Interior da China, para os estudantes que pretendam continuar os seus estudos através de recomendação, explicando as condições básicas do exame, dos requisitos, da selecção das instituições e das técnicas de escolha das disciplinas, entre outras.

  Realizar-se-ão sessões de apresentação de disciplinas entre os dias 17 e 18. Durante a exposição, os representantes destas instituições darão informações detalhadas sobre a situação geral, as vantagens, as características dos cursos e as perspectivas de emprego, das 13 áreas especializadas (Tecnologias da Informação, Ciências Naturais, Arquitectura e Engenharia, Medicina e Enfermagem, Humanidades e Artes, Educação e Ensino, Ensino Técnico-profissional, Línguas e Tradução, Finanças e Economia, Direito, Gestão e Administração, Gestão de Turismo e Jogos e Ciências Sociais), entre outras.

Apresentação dos estudantes recomendados, no dia 3 do próximo mês

  Para dar oportunidades a mais graduados excelentes do ensino secundário complementar de Macau, do ano lectivo em curso, para prosseguirem os seus estudos nas instituições do ensino superior, o Ministério da Educação da China vai aumentar, em 2021, o número das instituições e das vagas para a admissão dos estudantes recomendados de Macau, permitindo, em princípio, que estes estudantes possam escolher todas áreas especializadas disponíveis, continuando, ainda, a implementar o “Plano de Recrutamento Voluntário”.

  Em 2021, haverá 98 instituições do ensino superior (excluindo a Jinan University e a Huaqiao University), do Interior da China, a recrutar estudantes recomendados de Macau, registando-se, assim, um aumento de 3 instituições em relação a 2020, proporcionando no total cerca de 1215 vagas por recomendação. As novas instituições de ensino superior a recrutar estudantes recomendados são a Chongqing University, a Hunan University of Technology e a Guangdong Pharmaceutical University.

  Este ano adopta-se, pela primeira vez, a forma de “inscrição recomendada on-line”, podendo cada escola secundária recomendar, no máximo, 40% do número total dos seus estudantes graduados, do ano lectivo em curso. As escolas secundárias devem concluir, de forma directa, entre 3 e 30 de Novembro, as formalidades de recomendação dos estudantes, através do sistema on-line. Os estudantes graduados do ensino secundário complementar, deste ano lectivo, que têm Bilhete de Identidade de Residente de Macau e “Salvo-conduto concedido aos residentes de Hong Kong e Macau para entrada e saída do Continente”, e que se tenham distinguido, em termos académicos e comportamentais, podem ser recomendados pelas suas escolas. Mais se informa que o “Exame dos Estudantes Recomendados” vai realizar-se no dia 16 de Janeiro de 2021, na Escola Kao Yip, na Avenida Xian Xing Hai, em Macau.

  Para mais informações, podem consultar a página electrónica da DSES (www.dses.gov.mo), ou contactar o pessoal da DSES pelos telefones 8396 9235 e 8396 9390.

2018-06-08